quinta-feira, 22 de abril de 2010

Agressor de roqueiro do Oasis é condenado pela Justiça



Canadense invadiu show e empurrou Noel Gallagher de palco em 2008.
Homem teve sentença de um ano de prisão domiciliar, mas poderá trabalhar.




O homem que agrediu o ex-membro da banda Oasis Noel Gallagher em um show no Canadá em 2008 foi condenado a 12 meses de prisão domiciliar pela Justiça do país, informa nesta quarta-feira (21) a BBC.
Daniel Sullivan, 48, foi considerado culpado pelo ato de invadir os bastidores da apresentação e empurrar Gallagher do palco em show realizado em Toronto, no V Festival.
Na ocasião, o músico quebrou três costelas, e o Oasis teve de cancelar uma série de shows por causa do incidente.
De acordo com a sentença, Sullivan (que alegou estar bêbado e sem consciência de seus atos) poderá continuar a trabalhar.
"Choque contra um ônibus"
Antes da condenação, em março, Gallagher divulgou em comunicado à Justiça canadense que nunca se recuperaria da agressão.
Segundo o semanário “New Musical Express”, a carta escrita pelo músico descreve "o impacto como o choque contra um ônibus". Gallagher diz que "ainda sofre com dores”.
O músico declarou ainda que “emocionalmente abalado” teve de lidar com a pressão de continuar a fazer shows com a banda. “Por um bom período, trabalhei com apenas 50% da minha capacidade emocional”.
Fim do Oasis
Ícone do pop britânico, a banda Oasis chegou ao fim em outubro de 2009, dois meses após a saída de Noel do grupo - atitude tomada por conta das muitas desavenças com seu irmão, o vocalista Liam Gallagher.
Fonte: G1

Nenhum comentário: