terça-feira, 2 de novembro de 2010

Grandes músicos brasileiros homenageiam Dio no EM&T em SP


No último dia 28 de outubro, o cantor Ronnie James Dio, que faleceu em maio deste ano, foi lembrado com um tributo no auditório Mix Music Hall do EM&T, em São Paulo. A organização do evento ficou a cargo de Paulo Zinner e Chris Jarrouge. O show era beneficente e os ingressos eram trocados por 2 kg de alimento não perecível.

Diversos músicos de destaque no cenário nacional, como o próprio baterista Paulo Zinner (Ex-Golpe de Estado, Sangue), Rafael Bittencourt (Angra), Edu Ardanuy (Dr. Sin), Fábio Zaganin (Sangue), Faiska, Kiko Muller (Sangue), Michel Leme (Sangue), Vivi Keller, Gabriel Costa (Violeta de Outono), Vitor Martins, Silas Fernandes, Abdalla Kilsan, Iara Campregher, entre outros, participaram do evento.

O interessante do encontro foi a integração entre eles que resultou em “bandas” bem diferentes, além do virtuosismo descontraído dos músicos e das excelentes interpretações das canções de um set list que incluiu grandes clássicos da carreira de Dio como: “Love is All”, “First Avenue”, “Don´t talk to Strangers”, “I”, “Man on the Silver Mountain”, “Caught in the Middle”, “Stand up and Shout”, “Catch the Rainbow”, “Children of the Sea”, “Neon Nights” e, é claro, “Holy Diver”, “Rainbow in the Dark” e “Long Live Rock and Roll”.

A banda formada por Paulo Zinner (bateria), Vitor Martins (guitarra), Zé Renato (baixo), Lílian Cueto (teclados) e Vivi Keller (vocal) abriu a noite com “Love is All” seguida por “First Avenue”. A parte instrumental estava excelente, mas a cantora e professora Vivi não mostrou muita identificação com o repertório de Ronnie e o resultado ficou um pouco abaixo do esperado. Depois foi a vez da cantora e coordenadora do evento, Cris Jarrouge soltar a voz em Don´t Talk to Strangers fazendo uma apresentação irretocável.

Os destaques da noite ficaram por conta do grupo de Edu Ardanuy (guitarra), Rafael Bittencourt (vocal), Gabriel Costa (baixo) e Paulo Zinner na batera. Eles tocaram duas músicas “Caught in the Middle” e “Stand Up and Shout” com o guitarrista do Angra, Rafael, assumindo muito bem os vocais. A esperada apresentação da nova banda Sangue, formada por Paulo Zinner (batera), Fabio Zaganin (baixo), Michel Leme (guitarra) e Kiko Muller (vocal) também foi destaque na noite. Eles tocaram o clássico “Catch the Rainbow” fazendo uma brilhante interpretação da música do Rainbow. O Sangue mostrou que não está para brincadeira, mas para conquistar seu verdadeiro espaço no concorrido mercado do show business.

Para encerrar, todos os músicos subiram ao palco do auditório do EM&T e cantaram “Long Live Rock´n Roll” fechando essa fantástica noite em clima de confraternização. Acredito que Ronnie gostou muito do que viu de onde ele estiver! Long Live Rock´n Roll!!!



Nenhum comentário: